Notícias

Câmara arquiva processo contra Temer; Assis votou contra

3 ago 2017

6b064bd7-1d1a-4153-8880-ba03dc1d0a49A maioria dos deputados decidiu arquivar a denúncia contra Temer por corrupção passiva, impedindo que ele seja processado pelo Supremo Tribunal Federal e afastado do cargo. A vitória foi garantida com o uso da máquina, amplamente divulgado pela imprensa, com a liberação de bilhões de reais em emendas parlamentares a aliados.

Ontem (2), os parlamentares votaram o relatório da Comissão de Constituição e Justiça que rejeitava a denúncia contra Temer. O resultado foi 264 votos a favor de Temer, 227 contra, 18 ausências e 2 abstenções.

O deputado Assis Carvalho votou contra o relatório e a favor do prosseguimento da denúncia contra Temer. Entre os deputados do Piauí foram 6 votos a favor, 3 contra e 1 ausência.

“Posso dormir com minha consciência tranquila de que honrei os votos de meus eleitores e eleitoras, embora eu esteja imensamente triste porque mais uma injustiça se fez hoje em nosso país. Um presidente golpista e acusado de corrupção, com provas, não poderia continuar gerindo os destinos do nosso Brasil. É uma situação que nos envergonha diante do mundo”, disse o deputado.

O deputado também lamentou que Temer, permanecendo na presidência, continue com as reformas que destroem os direitos dos brasileiros. Depois da trabalhista, do congelamento dos investimentos públicos por 20 anos e da terceirização, o governo quer aprovar a reforma da Previdência. “Mas mantenho minha confiança na luta. Não foi dessa vez. Mas Temer vai cair, mais cedo ou mais tarde. Ele não se sustenta”, completou o deputado.